http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2F74.222.1.197%3A13742%2F%3Btype%3Dmp3%26volume%3D100%26

Loading...

terça-feira, 12 de abril de 2011

O Matador do Rio - Wellington


Primeiramente deverão saber que os impuros não poderão me tocar sem luvas, somente os castos ou os que perderam suas castidades após o casamento e não se envolveram em adultério poderão me tocar sem usar luvas, ou seja, nenhum fornicador ou adúltero poderá ter um contato direto comigo, nem nada que seja impuro poderá tocar em meu sangue, nenhum impuro pode ter contato direto com um virgem sem sua permissão, os que cuidarem de meu sepultamento deverão retirar toda a minha vestimenta, me banhar, me secar e me envolver totalmente despido em um lençol branco que está neste prédio, em uma bolsa que deixei na primeira sala do primeiro andar, após me envolverem neste lençol poderão me colocar em meu caixão. Se possível, quero ser sepultado ao lado da sepultura onde minha mãe dorme. Minha mãe se chama Dicéa Menezes de Oliveira e está sepultada no cemitério Murundu. Preciso de visita de um fiel seguidor de Deus em minha sepultura pelo menos uma vez, preciso que ele ore diante de minha sepultura pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida eternaEu deixei uma casa em Sepetiba da qual nenhum familiar precisa, existem instituições pobres, financiadas por pessoas generosas que cuidam de animais abandonados, eu quero que esse espaço onde eu passei meus últimos meses seja doado a uma dessas instituições, pois os animais são seres muito desprezados e precisam muito mais de proteção e carinho do que os seres humanos que possuem a vantagem de poder se comunicar, trabalhar para se alimentarem, por isso, os que se apropriarem de minha casa, eu peço por favor que tenham bom senso e cumpram o meu pedido, por cumprindo o meu pedido, automaticamente estarão cumprindo a vontade dos pais que desejavam passar esse imóvel para meu nome e todos sabem disso, senão cumprirem meu pedido, automaticamente estarão desrespeitando a vontade dos pais, o que prova que vocês não tem nenhuma consideração pelos nossos pais que já dormem, eu acredito que todos vocês tenham alguma consideração pelos nossos pais, provem isso fazendo o que eu pedi.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

A Natureza Corrompida do Homem






Sermão – Romanos 3. 9 – 18, 23

INTRODUÇÃO – O pecado causou ao ser humano toda miséria, moléstia... No NT são encontrados 90 X e No AT 281 X/Total = 371 X. A palavra Graça existe 122 X no NT. No AT: 11 X/Total = 133. Onde abundou o pecado... Em Rom. Pecado 36 X = e graça = 19 X.

ELUCIDAR – Salomão diz: II Crônicas 6.36
“Se pecarem contra ti ( pois não há homem que não peque ), e tu te indignares contra eles, e os entregares ao inimigo, de modo que os levem em cativeiro para alguma terra, longínqua ou próxima”;
‘Pois não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque’. ECLES 7.20.
1. L. Berkhof diz, se referindo à natureza do primeiro pecado que: “No intelecto revelou-se como incredulidade e orgulho, e na vontade como desejo de ser igual a Deus, e nas afeições como uma satisfação ímpia de comer o fruto proibido”.
2. L. Berkhof diz: “O pecado tem sua sede no coração. O pecado não reside apenas em uma faculdade da alma, mas no coração, que na psicologia da Escritura é o órgão central da alma, do qual procedem as fontes da vida” – Prov. 4.23.
3. A universalidade ou a federação do pecado é atestada em toda a Escritura Sagrada. Dados escriturísticos revelam isto.
Comentar o versículo 9.

TEMA – A Natureza Corrompida do Homem

I. O ESTADO REAL DO HOMEM – vv 10, 11 12, e 18:

1. Paulo emprega o advérbio de negação – não:
A) Não há justo, nem sequer um – v 10;
B) Não há quem entenda – v 11;
C) Não há quem busque a Deus – v 11;
D) Não há quem faça o bem... v 12b;
E) Não há nem um só – v 12b;
F) Não há temor de Deus diante dos seus olhos – v 18;

2. Paulo cita a Escritura – Sl. 14, 53 v3b
- 6 vezes ele emprega o advérbio de negação.

3. L. Berkhof diz: “Em conseqüência do primeiro pecado o homem perdeu a imagem de Deus no sentido restrito da palavra; o verdadeiro conhecimento de Deus, a retidão e a santidade; e, além disso, tornou-se totalmente depravado, isto é, depravado em toda parte do seu ser e inteiramente incapaz de produzir qualquer bem espiritual... Além disso, o homem tornou-se sujeito a lei da morte no sentido mais pleno da palavra” – Rm. 6. 23.

II. A CONTAMINAÇÃO TOTAL DO HOMEM – vv 13 – 15.
1. Paulo cita vários membros e órgãos do nosso corpo contaminado.
A) A garganta – V 13ª – “A sua garganta é um sepulcro aberto...”
B) A língua (órgão) - V 13b – “com as suas línguas tratam enganosamente...”
C) Os lábios –“ ...peçonha de áspides está debaixo dos seus lábios” - V 13c –
D) A boca – V 14 – “a sua boca está cheia de maldição e amargura...”
E) Os pés (membro) - V15 – “Os seus pés são ligeiros para derramar sangue.
F) Os caminhos - V16 “Nos seus caminhos há destruição e miséria;
G) Os olhos – V.18 “Não há temor de Deus diante dos seus olhos”.

2. A prova escriturística está nos Salmos 5, 140, 10 e Is. 59: 7,8.

3. João Calvino: “Ouvimos que a depravação dos pais assim se transmite aos filhos que todos, sem qualquer exceção, sejam poluídos, em sua concepção. Não se achará, porém, o ponto de partida desta poluição, se, como à fonte, não remontamos ao primeiro genitor de todos. Deste modo, deve-se, por certo, sustentar que Adão não foi apenas o progenitor, mas ainda como que a raiz, da natureza humana e, daí, na corrupção daquele foi, com razão, corrompido o gênero humano”.

III. NÃO HÀ RESTAURAÇÃO VIA REGRAS HUMANAS PARA O HOMEM – VV 16,17, 18 e 12ª. “Nos seus caminhos há destruição e miséria; e não conheceram o caminho da paz. Não há temor de Deus diante dos seus olhos... Todos se extraviaram; juntamente se fizeram inúteis”
- L. Berkhof diz: “A teologia moderna insiste em interpretar o pecado de uma maneira social, isto é, com referência ao próximo. O pecado é o erro cometido contra os nossos semelhantes. Mas isto desvirtua a questão inteiramente, porque tal erro só pode ser chamado pecado em vista do fato de ser contrário a vontade de Deus”;

CONCLUSÃO – Antídoto é Jesus...

Rev. cornélio Gonzaga
Sermão pregado na IP de Salgueiro em
10 de Abril de 2011

O "Drama da Cruz": a nossa salvação estava por um fio — mas o fio era de aço!

Abril é o mês da Páscoa na Ultimato. E, por isso mesmo, relembramos mais uma vez Jesus Cristo, a sua morte, a ressurreição e o que aconteceu antes e depois daqueles dias.

Prateleira chama a atenção do leitor para o "Drama da Cruz", matéria de capa da edição 322 da revista Ultimato, publicada em janeiro de 2010. O drama de fato aconteceu: "No jardim do Getsêmani nossa salvação estava por um fio -- mas o fio era de aço!"

[...] Aconteceu logo após o programa da reunião de despedida realizada no cenáculo de Jerusalém na noite de quinta para sexta-feira. Logo após o lava-pés, a celebração da Páscoa, a instituição da Santa Ceia, a exortação "não se perturbe o coração de vocês", a promessa de outro Consolador, o discurso da Videira verdadeira, o adeus final, a oração intercessória e o cântico de um dos salmos.

[...] O fato de ter sido num jardim lembra o jardim do Éden, onde se deu a primeira tentação da história humana, quando o pecado entrou no mundo. O detalhe de que o Getsêmani ficava do outro lado de Cedrom (Jo 18.1), lembra a experiência mais dramática de Jacó, quando ele lutou com Deus e venceu, do lado de cá do ribeiro Jaboque. Era um ambiente aberto e bucólico, numa madrugada de lua cheia.

Ultmato - online

quarta-feira, 6 de abril de 2011

O envenenangelho

Cansei de ser “evangélico”! Sei que está em moda dizer isto, mas não digo por causa da moda, como quem vai sendo manobrado como massa, mas sim por causa do nó na garganta mesmo, do aperto no peito e da triste constatação do imenso engano que cegou a igreja evangélica espalhada por todos os lados. Graças a Deus nunca fui “gospel”, mas ser “evangélico” não diz mais o que deveria dizer e não representa tudo o que Deus me chamou para ser Nele em amor e Graça e que está para muito além das portas das igrejas (com “i” minúsculo). Meu lugar, e o convite que recebi, é para ser do Reino e deste privilégio não abro mão.

O que digo certamente será combatido pelos “santos”, pelos “homens de ‘deus’”, por “pastores” e “gente da visão”. Serei chamado de “perturbador da fé”, “insubordinado”, “sem fé”, “sem aliança”, “sem cobertura”, dirão que estou causando escândalo ou coisas semelhantes a estas, mas assumo o que estou dizendo com a convicção de quem não vai pular do barco naufragando, mas que tem a vontade firme na rocha de ganhar a quantos conseguir, dentro e fora do barco, com minha pregação simples, sem arranjos, sem perversão e o mais sincera/verdadeira possível.

Estou enojado e farto de Atos (feiticeiramente) Proféticos, Teo-loteria da Prosperidade, declarações esquizofrênicas de autoridade, coberturas espirituais e recados dados por um “deus” que nunca cumpre o que promete e muda de idéia e direção como quem troca de sapato. Apóstolos, pastores e bispos que subiram no pináculo do templo e se fazem mediadores entre “deus” e os homens tentando fazer-se iguais a Deus, dizendo o que seu rebanho pode ou não pode fazer, julgando o servo alheio, sob a pena de não ordenar mais a bênção de “deus” aos seus discípulos através de sua autoridade. Campanhas de promoção barata e tentativas algemadas de lotar templos com gente que vem enganada e enganando-se, tentando frustradamente, de todos os jeitos, alcançar a inalcançável oração para a qual Deus não disse “amém”, mas que o “profeta” declarou que aconteceria. É gente que lê e ouve o Evangelho, mas leva pra casa e para o coração o envenenangelho.

Há lugar firme na rocha! Mas estes loucos teimam em construir suas casas/templos na areia. Negaram a cruz, afirmando não haver nela salvação suficiente, inventando quebras humanas de maldições hereditárias e uma santidade apenas moral/sexual/farisaica, sem ética e sem caráter, sem verdade de vida no Evangelho. Não crêem que a armadura de Deus, o capacete da salvação, o escudo da fé, a couraça da justiça, o cinturão da verdade e o calçado do evangelho da paz são equipamentos dados gratuitamente a todos os que crêem, até mesmo aos mais pequeninos na fé e não somente a uma “elite sacerdotal” detentora de uma “revelação nova”.

Denuncio estes lobos enganadores, raça de víboras, envenenadores do Evangelho que, não se contentando em mudar apenas uma vírgula ou til da revelação, perverteram todo o sentido da Palavra, ensinando doutrinas perversas que nada tem a ver com o Caminho/Boa Nova anunciada em Jesus, o Filho de Deus.

Não creio, de modo algum, em um “deus” que só age ou me livra do mau/mal se eu orar/verbalizar/declarar/profetizar meu pedido. Eu creio em um Deus que ouve minhas orações, sim! Todas elas. Muito antes delas me virem aos lábios. Ele me livra de vales da sombra da morte que eu nem imagino que se levantaram contra mim e vou andando em fé.

Meu Deus não se apresenta em “shows da fé”, não faz politicagem, não dá “jeitinho”, não me abençoa só porque sou fiel, mas em Graça e amor me reconciliou com Ele, sem merecimento algum, sem justiça própria, mas justificado mediante a fé Naquele que por mim se entregou mesmo sendo eu um pecador.

Os cantores de Deus não estão nos palcos das TVs, não lotam auditórios, nem ginásios, não são performáticos, mas estão cantando e louvando a Deus dentro das prisões, no silêncio do seu quarto louvando somente a Deus. Não buscam seu próprio interesse de vender mais CDs, não são idólatras de sua própria imagem.

É triste ver tantos amigos, colegas de ministério, gente querida e de Deus, mas que estão fascinados e tentados pela possibilidade de transformar as pedras em pães, de jogar-se do pináculo do templo e venderem suas almas ao principado deste século de sucesso, holofotes e aplausos. Minha oração é para que estes se arrependam e creiam no Evangelho. Abandonem o envenenangelho pregado por interesses pessoais, medidos em números e não na verdade de Deus produzida em amor. Por favor voltem ao Evangelho!

Há um lugar de liberdade e vida pacificada, plenificada, renovada todos os dias. Sem trocas, sem barganha, sem modificar ou acrescentar nada à Palavra revelada em Jesus, nem mesmo as novas interpretações e revelações exclusivíssimas que alguns falsos mestres e falsos apóstolos dizem ter recebido. O caminho antigo ainda é o Novo e Vivo Caminho em Deus. O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo é nossa garantia irrevogável que (todas) as nossas maldições e dores foram levadas sobre Ele. Está dito! Está escrito! Quem ouvirá? Quem vai crer em nossa pregação?




O Deus que disse “arrependam-se e creiam no Evangelho” te abençoe rica, poderosa e sobrenaturalmente!





Pablo Massolar



Nota importante: Jesus ensinou a dar de graça o que recebemos de graça. Se esta mensagem, de alguma forma, lhe fez bem, então provavelmente ela poderá fazer bem para outras pessoas que você conheça. Gostaria de sugerir, se não for constrangimento para você, que compartilhasse e encaminhasse este e-mail para o seu círculo de amigos e conhecidos. Fazendo isto você potencializa, em muito, o alcance da Palavra que já fez tanto bem aos nossos corações.

Leia outros artigos em www.ovelhamagra.com

A direção deste Blog compartilha deste pensamento!