http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2F74.222.1.197%3A13742%2F%3Btype%3Dmp3%26volume%3D100%26

Loading...

quinta-feira, 26 de maio de 2011

SERÁ QUE DEUS É CULPADO?

VALE A PENA REFLETIR

SERÁ QUE DEUS É CULPADO?

Finalmente a verdade é dita na TV Americana.
A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e Jane Clayson perguntou a ela:

'Como é que Deus teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro?'

Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia:

'Eu creio que Deus ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós.
Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas.

Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.
Como poderemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco?'

À vista de tantos acontecimentos recentes; ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc...

Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O'hare (que foi assassinada), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas Americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião.

Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas...
A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, roubar e devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém.

Logo depois o Dr.. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima (o filho dele se suicidou) e nós dissemos:

'Um perito nesse assunto deve saber o que está falando'.
E então concordamos com ele.

Depois alguém disse que os professores e diretores das escolas não deveriam disciplinar nossos filhos quando se comportassem mal.
Então foi decidido que nenhum professor poderia disciplinar os alunos...(há diferença entre disciplinar e tocar).

Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem.
E nós aceitamos sem ao menos questionar.

Então foi dito que deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas, quantas eles quisessem para que eles pudessem se divertir à vontade.
E nós dissemos: 'Está bem!'

Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia e uma apreciação natural do corpo feminino.

E nós dissemos:

'Está bem, isto é democracia, e eles tem o direito de ter liberdade de se expressar e fazer isso'.

Depois uma outra pessoa levou isso um passo mais adiante e publicou fotos de Crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição da internet.



Agora nós estamos nos perguntando porque nossos filhos não têm consciência e porque não sabem distinguir o bem e o mal, o certo e o errado;
porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...

Provavelmente, se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender:
nós colhemos só aquilo que semeamos!!!

Uma menina escreveu um bilhetinho para Deus:
'Senhor, porque não salvaste aquela criança na escola?'
A re@ � ��� ���X����>'Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!!!'

É triste como as pessoas simplesmente culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno.

É triste como cremos em tudo que os Jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia, ou do que a sua religião, que você diz que segue ensina.

É triste como alguém diz:
'Eu creio em Deus'.
Mas ainda assim segue a satanás, que, por sinal,também ''Crê'' em Deus.

É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados!

Como podemos enviar centenas de piadas pelo e-mail, e elas se espalham como fogo, mas, quando tentamos enviar algum e-mail falando de Deus, as pessoas têm medo de compartilhar e reenviá-los a outros!

É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho.

Você mesmo pode não querer reenviar esta mensagem a muitos de sua lista de endereços porque você não tem certeza a respeito de como a receberão, ou do que pensarão a seu respeito, por lhes ter enviado.

Não é verdade?
Gozado que nós nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que Deus pensa...

'Garanto que Ele que enxerga tudo em nosso coração está torcendo para que você, no seu livre arbítrio, envie estas palavras a outras pessoas'.

Passe essa mensagem adiante, se acha que ela tem algum mérito.
Se não, ignore-a... e delete-a...

Coisas que ne enviam

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Rev. Caio Fábio Ainda Fala 36

O DIABO EXISTE… Você tem dúvida?...‏

Jesus nunca discutiu o diabo, sua existência, sua origem, seu surto narcisista, sua “queda”; e nem tampouco desvendou segredos do diabo, do mal, ou do modo como os homens e os demônios entram em conluios; não fez diferenciações entre tipos e modos de possessão; não julgou útil dedicar-se a nada disso...
Entretanto, para Ele, o diabo era real, não simbólico, não difuso, não apenas energia, não somente pulsão humana perversa...
O diabo existia... O diabo tentava... O diabo oprimia, possuía, fazia adoecer, matava, roubava, destruía...
Sim, Jesus não disse nada sobre as cogitações impensáveis que teria feito um ser criado em Luz tornar-se um ser rastejante, odiento, malévolo, obstinado, obcecado com a existência humana, tarado pela promoção da desgraça na Terra...
O que Ele disse de tal criatura tinha a ver com sua natureza homicida, mentirosa, enganadora, opositora, divisora, e cheia de poder no mundo dos homens, ao ponto de dizer que o mundo dos homens é dele; do diabo.
“Este poder me foi entregue; e o dou a quem eu quiser...” — disse o diabo a Jesus; e Jesus não disse que ele estava mentido, pois, o próprio Jesus viria a dizer: “Eis aí vem o [diabo] Príncipe deste mundo; e ele nada tem em mim”.
Jesus disse ainda que o Inferno era uma categoria posterior na criação, criada para o diabo e seus anjos... Portanto, com isto, Jesus dizia que para um humano ir para o inferno ele tem que virar decidida e voluntariamente um diabo.
Para Jesus o diabo poderia possuir tanto indivíduos como gerações inteiras... Poderia ainda se especializar em demonizar geografias políticas e culturais, como a Legião de demônios que possuíam o “gadareno”, e que pediam a Ele que não os mandasse para fora do país, da região...
É digno de nota que Jesus tenha expulsado demônios de muitos indivíduos na Galileia e alguns outros lugares, mas que tenha sido apenas no ambiente do Templo e da religião que Jesus tenha se referido a certas pessoas como “filhas do diabo”, sendo que elas eram as mais religiosas e orgulhosas de seu pedigree espiritual: descendentes de Abraão.
O fato é que até algumas possessões que pareciam ter elementos de disfunção neurológica ou mental, ainda assim Jesus não curou a mente de tais pessoas sem também mandar que o espírito imundo as deixasse.
Ora, isso me faz pensar que em quase todas as condições mentais que tiveram suas disfunções oriundas de traumas ou de episódios bem posteriores na vida [ou seja: não sendo mal congênito] — de um modo ou de outro os espíritos se aproveitam de tais baixas imunidades mentais a fim de agregar a sua agonia ao problema existente em razão da alma ter ficado magoada, abusada, humilhada ou raivosa...
Então alguém pergunta:
“Mas na Cruz Jesus não venceu os Principados e as Potestades expondo-os ao desprezo, conforme nos garante Paulo?”
Ora, a vitória de Jesus sobre o diabo é apenas para quem crê!
Quem não crê experimenta apenas o “limite” que ainda está imposto sobre o diabo, mas dentro de tal “limite” existe no diabo ainda poder suficiente para ser o príncipe deste mundo, e prova disso é o mundo em si, com todas as suas manifestações de insanidade infernal.
O diabo não pode me tocar, nada tem em mim, não por causa de mim, mas em razão do que Jesus fez por mim; e eu cri.
Sim, é apenas por isto que o maligno não me toca!
E mais: é também por isto que posso expulsa-lo em qualquer lugar; sim, o diabo e qualquer diabo ou demônio; pois Jesus, Jesus mesmo, não um arremedo de Jesus, não uma verdade de Jesus, não!..., mas Jesus mesmo, Ele, o Senhor, o Vitorioso, o Mais Valente; sim, Nele eu venço o diabo porque Jesus vive em mim; e Ele é a minha vitória!
Entretanto, isto é assim porque eu creio de todo o coração; e porque pela fé sei, vejo, sinto, e confio; e, além disso, porque vi muitas vezes e vejo tantas vezes quantas aconteçam, que Jesus é a minha vitória. Portanto, sem fanfarrice, mas apenas com confiança na fidelidade de Deus, não temo diabo algum e nem criatura espiritual alguma.
Entretanto, sei que para quem não crê assim todas as portas estão abertas, pois, o bicho perverso tem poder sobre este mundo!
Não estou nem um pouco preocupado com os intelectuais que me lerão e rirão...; nem com os teólogos do diabo simbólico que me julgarão “místico”...; nem com os filósofos que me ridicularizarão por não aceitarem a existência do diabo em razão de não gostarem da idéia maniqueísta de luta entre o bem e o mal...; nem ainda com os psiquiatras, psicólogos, neurocientistas, ou qualquer outro suposto mestre da mente ou do diabo... — que me julgarão simplista e obscurantista...
Não! Não é hora de pudores...
O diabo existe. E, no que me diz respeito, ele terá o mesmo tratamento que vi Jesus dar a ele...
De súbito outra vez meus olhos se abriram e estou vendo uma invasão de diabos no mundo...
As casas estão cheias de demônios...
Os casamentos estão sendo pastoreados pelos desejos de diabos nem sentidos, disfarçados de necessidades psicológicas e afetivas...
As emoções humanas então!... Meu Deus! Estão ficando possessas do mal...
Afinal, se o diabo além de mentiroso é homicida e vem para matar, roubar e destruir, conforme Jesus garantiu, por que se julgará que havendo oportunidade de enganar ele não o fará? De poder matar... e ele poupar a vida? De roubar e ele deixar isento e intacto? De conseguir destruir e ele preferir preservar?
Quem converteu o diabo?...
Ora, primeiro foi a religião cristã chamada “liberal”...; mas já o fez por cultuar a filosofia e a psicologia... ou a psiquiatria antiga...
Depois os que converteram o diabo foram esses que fizeram demônios se tornarem coadjuvantes de “exorcistas” em expulsões de bobagem... Sim, foi esse pessoal que ganha dinheiro com possessões fajutas [e que o diabo faz acontecer ou emula pela sugestão... apenas para que o “exorcista mercenário” não creia mais em diabo algum] — os que criaram essa atual descrença no diabo real entre as pessoas de bom senso; pois, “esse diabo de crente” é um chaveirinho de diabo, coisa mesmo de amuleto de culto cristão fetichista.
Eu, no entanto, não tenho nada a ver com isto!
Portanto, no que me diz respeito, deixo todos os pudores aqui, e, sem temor algum assumo que sou discípulo de Jesus também no modo como devo tratar o diabo em qualquer situação da vida.
Assim, sem discurso, mas com decisão, assumo para mim a Palavra de Jesus hoje, e que diz: “Eis que vos dei autoridade sobre serpentes e escorpiões, e sobre todo poder do maligno, e nada absolutamente vos causará dano”.
Continuo vendo todos os elementos psicológicos, psiquiátricos e neurológicos de muitos distúrbios humanos, mas, ao mesmo tempo, minhas suspeições acerca do oportunismo maligno em relação a tais coisas é grande; e mais: não apenas em relação a isto, mas a todas as formas de expressão de raiva, ódio, curiosidade mórbida, e ganância por poder, qualquer forma de poder ou de avidez por fama e importância, especialmente espiritual, me cheirará sempre a inhaca de diabo...

Nele, que tratou as coisas como as tratou e que não me deu outra receita,

Caio
4 de setembro de 2009
Lago Norte
Brasília
DF

Noticias dos Missionários: ALDO E BETH

Preciosos irmãos.

Graça e paz,

Sempre é muito bom, apesar da demora algumas vezes, compartilharmos nossas notícias. Estamos certos de que podemos contar com as orações de vocês irmãos, que estão juntos conosco na tarefa da evangelização e plantação de igreja entre os índios Guarani.

Depois de um ano ‘fora de casa’, em Dourados (MS) que fica mais ou menos há 3hs daqui, retornamos para Eldorado. Nosso tempo em Dourados foi muito proveitoso, conhecemos outras aldeias, a Beth concluiu o curso Técnico de Enfermagem além de ter a oportunidade de trabalhar no Hospital da Missão Caiuá, especificamente com crianças desnutridas. Aprendemos muito em cada circunstância. Porém não era o nosso lar e no início do mês de janeiro chegamos novamente aqui, na aldeia “Cerrito”. Alugamos uma casa na cidade de Eldorado – MS, que fica a mais ou menos 30 km da aldeia. A Auana e o Kauã freqüentam a escola na cidade e já se adaptaram bem a sua nova escola, bem como com os novos colegas.

Nossa casa na aldeia necessita de reformas. Algumas madeiras que a sustentam precisam ser trocadas. Infelizmente ainda não estou totalmente recuperado de uma ruptura no tendão de aquiles, que me aconteceu quando estava na aldeia “Jaguapiru” em Dourados – MS no final do ano passado . Passei por uma cirurgia e atualmente faço fisioterapia, porém a região do tornozelo direito ainda está inchada. O médico me disse que isso é normal e que vai demorar mais 4 meses para me recuperar completamente. Por esta causa a reforma na casa está atrasada.

Mesmo assim temos ido à aldeia e encontramos as pessoas alegres em nos ver novamente. É muito bom estar no convívio da aldeia outra vez, aqui nos sentimos em casa. Durante a semana tenho procurado assessorar os índios nas necessidades que eles têm de desenvolvimento sócio econômico. Eles estão animados com a Associação Guarani Kokue Porã, que tem o objetivo de organizá-los, para buscar melhorias da qualidade de vida na aldeia. Nos finais de semana prosseguimos com os ensinos da Bíblia. As famílias que estão ouvindo os estudos continuam animadas com o que descobrem na Palavra de Deus. Porém prosseguimos também com as pesquisas culturais e o estudo da língua para que possamos ser cada vez mais fluentes. Cremos que o Senhor está a nossa frente, queremos evitar ao máximo o sincretismo, transmitindo com clareza a mensagem do Evangelho.

Louvamos ao Senhor por seu envolvimento como cooperador de Deus, que tem se engajado no ministério de plantação de igreja entre os Guarani.

Pelo Senhor e por Sua Obra,

Aldo & Beth, Auana e Kauã

domingo, 8 de maio de 2011

Mãe, Minha Mãe

Mãe, Minha Mãe.

Mãe, nome doce és tu, Oh, querida.
Que não medes distância pra amar,
Foste formada assim e és bem-aventurada.
Nasceste tão amável e o que pensas é sempre te entregar.
Tu amas de coração e te envolves neste amor,
Porque já traçaste isto em teu propósito encantador.
És a rosa abrochada do meu belo jardim.
Pois desejo te amar pelos séculos sem fim.

Minha querida mãe me trouxe ao mundo sem eu pedir.
Mesmo assim quero enquanto vida viver me dedicar a ti.
Pois me amaste como ninguém me amou.
Exceto Deus que com benignidade te formou.
Nasceste de um homem que não amas como tu a amas!
Mas que este filho te ama não como tu amas!
Pois quero te ver feliz do meu lado e junto dos meus,
Assim sei que tua almejas, pois queres estar junto aos teus.

Minha mãe tu és a rosa que cultivo no meu jardim constantemente,
Oro para que não falte água para deixar de cultivar,
Pois sem esta rosa como posso viver seguramente?
Por onde eu passo com teu perfume exala o meu sonhar.
Os espinhos desta rosa me servem de disciplina e de bem estar.
Pois eu quero dia após em ti me refugiar.
Porque os teus carinhos me fazem à vida continuar.
Do que vale viver se tu não és flor do meu palmilhar?

Oh, minha mãe, mesmo às vezes ingrato não esquecerei de ti?
Pois na lembrança te conservas, pois que valeria a penas fingir?
Pois foste e és a brisa do arvoredo do meu caminhar.
Tuas orações são chamas vivas de um palmilhar.
Que vivo a sorrir, pois me fizeste sonhar.
Um novo cântico a Deus por ti eu O ofereço.
Nesse dia tão sagrado das mães, pois tens um preço.
Ao meu querido Deus por ti eu agradeço.


Prof. Cornélio Gonzaga
11/Maio de 2008

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Rev. Caio Fábio Ainda Fala 35


VOCÊ QUER SABER SEU FUTURO?...‏

Tenho todas as razões da vida para saber que Deus é bom e que a Sua misericórdia dura para sempre!
Quanto mais discirno e observo os modos de Deus na Natureza que Ele criou — nos milhões ou bilhões de tudo..., de todas as chances..., de todas as variáveis...; da Sua paciência com os tempos do acaso...; com Sua liberdade para a vida ser, tentar, alternar, mudar...; e, sobretudo, ao ver Seu amor dando liberdade a todas as criaturas na busca de adaptações... — mais vejo que Ele é bom e que sua misericórdia de fato dura para sempre!
Na realidade a Sutiliza Imperceptível de Deus é Sua maior Grandeza!
Sim, pois Ele faz todas as coisas enquanto deixa todas as coisas encontrarem o seu próprio caminho, em meio a trilhões de variáveis, as quais nenhum de nós discerne, mas que se apresentam todos os dias a nós e a todas as demais criaturas.
Sim, Ele deixa todas as coisas encontrarem o seu próprio caminho enquanto não abandona a nenhuma delas...
Penso nisso e me recordo de como nada pode ser visto antes da hora...
Sim, pois quem pode adivinhar as variáveis de um existir?...
Ora, quando olho para trás e vejo todas as coisas que poderiam ter posto minha vida em outras direções, percebo como a sabedoria de Deus opera no “acaso”...
“Acaso, é o caso de Deus”, escrevi tempos atrás aqui no site...
Sim, Deus trabalha na espontaneidade impensável, a qual, para nós, é descrita como “acaso”...
Nós, no entanto, queremos saber o futuro... Pelo menos é o que pensamos...
Queremos?...
Sinceramente eu não quero saber de nada...
Mas há quem queira... Há quem morra para saber... E há quem mate para saber...
A vida, toda-via, é pura surpresa...
Que existência horrível seria aquela na qual eu pudesse saber tudo o que me aconteceria!...
Seria uma existência sem graça e completamente ansiosa...
E mais: seria a existência mais sem amor possível, posto que o amor seja de Deus, e Deus ama e cria na paciência das surpresas...; do acaso...
Na realidade o que sinto é que, à semelhança dos modos de Deus na Natureza, Ele trabalha no “acaso” também na minha vida...
Sim, olho para trás e vejo que uma esquina a mais..., um minuto a menos..., uma campainha de ônibus depois..., uma gripe..., um sonho..., um atraso..., um adiantamento de tempo..., qualquer coisa... — sim, vejo que tudo poderia ter mudado tudo, e nada do que é seria...
Tudo seguiu o curso de minhas decisões..., quase tudo..., ao mesmo tempo em que, de um modo ou de outro, pelo “acaso”, minha vida era e é guiada pelo vento soberano...
Sim, pois a vida é surpresa...
Surpresa em tudo, exceto naquilo em que a Sabedoria já avisa de antemão para que se não faça para que se não morra!...
No mais tudo é surpresa...
Surpresa do bom que vira mal...; do mal que vira bem...; do nada que se torna tudo...; do coisa alguma que se transforma em essencial...; e, sobretudo, surpresa ao ver que por todos os meios, todas as coisas cooperam para o bem de quem ama a Deus e vive em amor!
É por isto que não quero saber de nada...
Aprendi que meu saber antecipado ou supostamente antecipado somente trabalha contra o sentido das coisas...
Se eu tivesse sabido de tudo ou boa parte do que me aconteceu na existência até aqui, certamente teria lutado contra tudo o que não me parecesse bom, e contra tudo o que fizesse doer, e, assim, não teria chegado aqui neste lugar interior de paz e tranqüilidade; o qual, de outro modo, não vejo como pudesse ter me alcançado...
A Sabedoria que a Palavra de Deus nos apresenta não é um guia contra dores no futuro, mas apenas um guia para que se viva qualquer coisa com a melhor atitude!
Mas quase ninguém quer Sabedoria; pois, todos querem Profecia...
Sabedoria não; sabedoria é careta...
Profecia sim; Profecia é poder...
A vida, porém, nos ensina que Profecia sem Sabedoria é catástrofe; posto que a grande profecia é saber viver com sabedoria...
Você quer saber o futuro?...
Não perca seu tempo...
Antes aprenda a sabedoria que faz da vida uma profecia de coisas boas, mesmo quando a calamidade ou o “mal” nos atingem...
Por isto o Dia de Deus é Hoje; e nunca amanhã...
Entendeu?...

Nele, que é bom em todos os Seus processos e caminhos,

Caio
20 de agosto de 2009
Lago Norte
Brasília
DF
www.caiofabio.com
www.vemevetv.com.br

A Páscoa na IP de Salgueiro - 24.04.11


























Momentos de Celebração